74 entidades dão conta do trabalho desenvolvido em prol das populações e público diverso no Centro de Congressos do Casino da Madeira.

A Secretaria Regional da Inclusão e Assuntos Sociais promove entre sexta-feira e domingo a II edição da Feira da Economia Social e Solidária, evento de entrada livre com a participação de 74 Instituições Particulares de Solidariedade Social, Casas do Povo, Cooperativas, Fundações, Centros Sociais e Paroquiais e Associações com intervenção e trabalho desenvolvido nas mais diversas áreas.

No primeiro dia, integrado no programa do evento, cujo objetivo é divulgar, fomentar a visibilidade e proximidade da comunidade aos projetos de economia social desenvolvidos na região autónoma, foram celebrados contratos de concessão entre o Instituto de Emprego da Madeira e 9 cidadãos inscritos naquele instituto público, apoiando projetos empresariais que criam 18 novos postos de trabalho ao abrigo do Programa de Estímulo ao Empreendedorismo de Desempregados (PEED).

Na ocasião, a Secretária Regional da Inclusão e Assuntos Sociais, Rubina Leal, sublinhou a importância dos programas do IEM de apoio ao empreendedorismo e criação do próprio emprego, recordando que, em 2016, foi possível criar 922 novos postos de trabalho apoiados em aproximadamente 5,2 milhões de euros.

No 1º trimestre de 2017 o IEM, celebrou 22 contratos de concessão relativos a um igual número de projetos empresariais aprovados no âmbito do PEED com apoios financeiros aos 38 postos de trabalho criados a ascender aos 370 mil euros.

A governante convidou a população a participar no evento a decorrer no Centro de Congressos do Casino da Madeira.

"O programa é muito convidativo e as instituições esforçam-se imenso para aqui estar, reunindo e disponibilizando aos visitantes o que de melhor produzem e fazem", salientou.  

http://www.madeira.gov.pt/srias/Estrutura/SRS/ctl/Read/mid/1005/InformacaoId/16067/UnidadeOrganicaId/5